BR’s SANTA CATARINA NÃO PODE PARAR

B3 Adquire Empresa Catarinense Neoway por R$ 1,8 Bilhão de Reais
19 de outubro de 2021
Porto de São Francisco do Sul, Santa Catarina, Exporta Carga Inédita
4 de novembro de 2021

BR’s SANTA CATARINA NÃO PODE PARAR

CDL de Barra Velha participa de Seminário BR’s SANTA CATARINA NÃO PODE PARAR, realizado pela FIESC por intermédio do SESI, SENAI e do GRUPO ND NOTÍCIAS.

 

Ontem a noite, quarta feira dia 27/10, a CDL de Barra Velha, SC, juntamente com a Prefeitura Municipal de Barra Velha, SC, estiveram participando do Seminário BR’s SANTA CATARINA NÃO PODE PARAR, realizado pela FIESC por intermédio do SESI, SENAI e do GRUPO ND NOTÍCIAS. O evento ocorreu no auditório do Centro Empresarial de Jaraguá do Sul, SC, CEJAS. O objetivo do seminário foi mobilizar a sociedade e empresários para garantirem a segurança e fluidez dos corredores rodoviários federais da região.

Foram abordados temas como o atraso na duplicação e problemas da BR-280.

Aldair Nizer (Secretário de Desenv. Econ. Sust. de Barra Velha, SC), Maurício Eskudlark (Deputado Estadual) e Renato Rosa (CDL de Barra Velha, SC).

O gargalo já dura décadas e traz prejuízos e transtornos para pedestres, motoristas e impacta negativamente a economia do Estado. A duplicação da rodovia é essencial para o desenvolvimento da região, mas caminha a passos lentos, criticam autoridades e entidades.
A rodovia é o único acesso a São Francisco do Sul e, assim, o único trajeto que leva caminhões ao porto da cidade, o maior do Estado e um dos principais do país.

Além disso, é rota importante para turistas que, principalmente no verão, procuram as praias da região Norte Catarinense.

A campanha BR’s SANTA CATARINA NÃO PODE PARAR, também aborda outras rodovias, como por exemplo a BR 470, e principalmente a BR 101, uma das principais rodovias do país, ligando o Brasil de Norte a Sul pelo litoral. Tem o ponto inicial em Touros (RN), passando por Barra Velha, SC, e o final em São José do Norte (RS), com um traçado importante em Santa Catarina.

Em território catarinense, são cerca de 465 quilômetros entre Garuva e Passo de Torres, passando por 32 cidades, movimentando milhões de veículos e impactando direta e indiretamente na vida de todos os catarinenses.

Santa Catarina cresce em ritmo acelerado. Por isso, as estradas estão cada vez mais movimentadas. A BR-101 é o principal corredor litorâneo catarinense. Abriga no seu entorno um complexo portuário estratégico e um dos destinos turísticos mais procurados do Brasil. Sua orientação Norte-Sul permite a conexão com outros estados brasileiros, além do Mercosul. Tudo isso impacta diretamente na segurança e fluidez da BR-101.

Arnaldo HUEBL ( Vice-presidente Regi. da FIESC Planalto Norte),  – Célio Bayer (Vice-presidente da FIESC – Vale do Itapocu) e Renato Rosa (CDL de Barra Velha, SC)

A população dos municípios do entorno da BR 101 (até 50 quilômetros distantes) passou de 2,9 milhões para 3,5 milhões de habitantes entre 2010 e 2020. No mesmo período, a frota desses municípios cresceu ainda mais: de 1,7 milhão para 2,7 milhões.

É necessário investir, no curto prazo, em ações e alternativas que aumentem a capacidade da rodovia. O Grupo Técnico BR-101 do Futuro, da FIESC, e o Grupo Paritário de Trabalho da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) apresentaram uma série de projetos que têm elevado impacto na melhoria das condições da rodovia.

A FIESC com o apoio do Grupo ND esta lançando uma grande campanha de mobilização pela BR-101. A rodovia que move a economia catarinense está parando. É preciso agir antes que seja tarde.

APOIE, ENVOLVA-SE, PARTICIPE.
Os impactos da não realização das obras necessárias são demonstrados no dossiê da FIESC BR 101 do futuro: SC não pode parar – publicado pela FIESC.

Os efeitos econômicos e sociais das deficiências da rodovia e a falta de planejamento alternativo para desafogar a BR-101 já são sentidos pelos usuários. Os congestionamentos são a base de uma fila de problemas gerados pelo aumento da frota e da população e pela falta de infraestrutura. O adiamento de obras e outras soluções somente vai agravar a situação.

O CDL de Barra Velha apóia esta Campanha!

Fonte: Assessoria de Imprensa da SANTA CATARINA Industrial Land, Fiesc e ND NOTÍCIAS.

INVISTA NO ESTADO DE SANTA CATARINA

CONHEÇA O GRUPO SANTA CATARINA

 

 

O GRUPO SANTA CATARINA é uma Holding Brasileira com sede no Estado de Santa Catarina, fundada há 20 anos, com o objetivo de administrar bens próprios e desenvolver novos negócios Nacionais e Internacionais para INVESTIDORES, FUNDOS DE INVESTIMENTOS, INDÚSTRIAS e EMPRESAS. Atualmente o GRUPO SANTA CATARINA, além de controlar outras empresas, controla a SANTA CATARINA Industrial Land.

O GRUPO SANTA CATARINA Estrutura, Desenvolve, Implanta, Comercializa, Opera e Administra seus Ativos e Novos Negócios. Especializada e Preparada em oferecer soluções no setor Imobiliário Residencial, através de Loteamentos e Condomínios Residenciais, no setor Industrial através de suas Plantas Industriais, Condomínios Industriais, Terrenos Industriais e BTS – Built to Suit, além de seus negócios na esfera de Infraestrutura Nacional.

 

VENHA FAZER SEUS NEGÓCIOS E INVESTIMENTOS EM UMA EMPRESA GLOBALIZADA, ÁGIL, TRANSPARENTE, SEGURA E PRINCIPALMENTE COM LEGALIDADE

Todos os negócios do GRUPO SANTA CATARINA são direcionados ao mercado Nacional e Internacional:

INDÚSTRIAS

EMPRESAS

INVESTIDORES

FUNDOS DE INVESTIMENTO

www.gruposantacatarina.com

 

 

Os comentários estão encerrados.